EKO/Birel Art Portugal vence no Open de Portugal de Karting

3 Mar 2022

Equipa sediada no Bombarral também somou pódios noutras categorias

 

A Escola de Karting do Oeste/Birel ART Portugal tem acumulado sucessivos êxitos ao longo dos anos, tendo o último sido particularmente especial dada a quantidade de títulos que conquistou nas várias categorias do Karting nacional. A época 2022 arrancou no passado fim de semana, no Kartódromo de Viana do Castelo, e a formação sedeada no Bombarral voltou a dar indicações de que é uma das mais fortes equipas da atualidade, dado que venceu o Open de Portugal na categoria 4T, garantiu pódios noutras categorias e viu os seus ‘rookies’ evoluírem consideravelmente, com os seus karts equipados com chassis Birel ART, justificando o sucesso da marca a nível mundial.

Mais importante do que vencer, para a Escola de Karting do Oeste/Birel ART Portugal o Open de Portugal de Karting foi encarado como um ‘shakedown’ para o Campeonato de Portugal de Karting, cuja primeira prova está agendada para os dias 19 e 20 de março, precisamente para o Kartódromo de Viana do Castelo. E as indicações que obteve dos seus pilotos foram bem positivas para a temporada 2022. Começando pela categoria Cadete 4T, Guilherme Morgado não poderia ter tido melhor estreia a correr pela formação da região oeste, já que bateu toda a concorrência de forma muito expressiva. Martim Gomes – campeão em título da categoria iniciação – estreou-se na Cadete 4T e fez uma prova em crescendo, sendo premiado com um meritório 5.º lugar, enquanto Francisco Iglésias, que também correu pela primeira vez pela Escola de Karting do Oeste, terminou logo a seguir, mas o jovem piloto de Cascais foi 2.º classificado na Pré-Final. Um trio que promete…

Tiago Caetano fez a sua estreia absoluta no Karting de competição. Com apenas 7 anos de idade, o jovem piloto de Torres Vedras garantiu o terceiro lugar na Pré-Final da categoria Iniciação e na Final fechou o top-5, mas o importante era descobrir um ‘mundo novo’.

Santiago Alves, um dos naturais candidatos à vitória categoria na Júnior, atendendo à boa época de estreia em 2021, garantiu o lugar intermédio do pódio. Contudo, o piloto de Sintra – que foi o mais rápido nos treinos cronometrados – ficou algo condicionado para lutar pela vitória na Final, dado que uma penalização obrigou a arrancar do 8.º lugar.

Na categoria X30 (Sénior), a mais concorrida com 31 pilotos, a Escola de Karting de Oeste esteve sempre na luta pela vitória, através de Frederico Peters, campeão nacional em título. O piloto de Évora venceu a segunda manga de qualificação, mas na Pré-Final um problema ao nível da bateria fez com que fosse segundo, repetindo igual resultado na Final.

Mário Borges, que regressou à competição no ano passado após um longo interregno, rodou nas mangas de qualificação da categoria X30 (Sénior) sempre próximo do top-10, mas também teve problemas na Pré-Final, com o depósito de combustível, conseguindo, ainda assim, recuperar até ao 8.º lugar na Final.

Martim Romão estreou-se a correr pela Escola de Karting do Oeste e com um chassis Birel ART. O piloto do Montijo, que ainda nem tem um ano no Karting de competição, mostrou que é rápido e que tem um enorme potencial. Entre os 31 pilotos da categoria X30 (Sénior), nunca baixou os braços e foi 14.º classificado, dando boas indicações para o futuro.

João Rodrigues fez a sua estreia absoluta no Karting de competição e logo na exigente categoria X30 (Sénior), que conta com um forte e experiente pelotão de três dezenas de pilotos. O piloto da formação da região oeste viu-se envolvido em alguns acidentes, tendo mesmo sido obrigado a abandonar na Final, mas também mostrou que é rápido, tendo em conta os seus tempos por volta, pelo que a margem de evolução é considerável.

*

 

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *